quinta-feira, abril 28, 2005

66

2 Comments:

At domingo, 04 dezembro, 2005, Anonymous Irley said...

"Mulheres Bideiras". Nesta fase em que a Guiné se encontra, a oferta de trabalho são poucas, ou melhor, não existem. Para sobreviver, os guineenses optam quase todos em fazer comércio, vender de porta em porta, ter uma mesinha em frente a porta com 10 pastilhas, meia dúzia de cigarros, chupa-chupas, etc..., sorvete, mancarra, "panguet", cus-cus, "donete", em fim... tudo o que possam vender e ter um dinheirinho para sustentar a familia (só alimentação).
Para melhorar a situação, investimento estrangeiro seria ideal, introdução de industrias e empresas que oferecem postos de trabalho.

 
At sexta-feira, 06 janeiro, 2012, Anonymous Anónimo said...

Deus ajude ao bravo povo da Guiné Bissau a conquistar a liberdade política plena e o desenvolvimento social que merece. Espero que o Brasil ajude muito. Viva a Mama Africa! Carlos Neves.

 

Enviar um comentário

<< Home